Cinco adaptações fantásticas de H. P. Lovecraft

Lovecrafthq

Seria impossível fazer um resumo de toda a influência da ficção de H. P. Lovecraft nas artes do entretenimento. Há referências a obra dele em praticamente todas as linguagens, cinema, música, RPG, literatura, games, desenhos animados e, é claro, quadrinhos. Mesmo em se tratando somente de quadrinhos, seria impossível rastrear tudo que se fez de referência ao trabalho deste que é o mais bizarro e assustador escritor de histórias de horror de todos os tempos, é uma lista praticamente infinita. Hoje é celebrado seu aniversário de 124 anos de nascimento, muitas homenagens serão feitas na internet. Há alguns dias venho lendo e relendo as histórias em quadrinhos relacionadas a sua ficção que mais me impressionaram, vou apresentar cinco delas aqui.

Cool Air –  Berni Wrightson

Adaptação do conto original de Lovecraft, publicada em Eerie #62, 1975, este grande trabalho de Berni Wrightson é uma das mais bem ilustradas e assustadoras HQs baseadas em Lovecraft, é uma obra prima quase insuperável de sombras e texturas. Lembro de ter lido ainda criança, saiu no Brasil na revista Kripta #2 em 1976 e depois foi republicado em 1979.

Creepy_113_0033Creepy_113_0034

Creepy_113_0035Creepy_113_0036Creepy_113_0037Creepy_113_0038Creepy_113_0039

 

Heavy Metal – Lovecraft Issue

A revista Metal Hurlant fez uma edição especial dedicada a Lovecraft em setembro de 1978. Em outubro de 1979, a coletânea saiu na Heavy Metal, sua correspondente americana. Algumas histórias nem tinham muito a ver com Lovecraft, poucas eram realmente impressionantes, sendo a melhor a adaptação de The Dunwich Horror, por Alberto Breccia. Só para você ter uma ideia, selecionei as três páginas enigmáticas de Jean Michel Nicollet:

Leia a edição completa da HM aqui e da MH aqui.

047

048

049

 

Los Mitos de Cthulhu –  Alberto Breccia e Norberto Buscaglia

Falando especificamente de Alberto Breccia, ele tem um volume inteiro só de adaptações de contos de Lovecraft, desenhados por ele e adaptados do original por Norberto Buscaglia, todas são excelentes. O estilo de desenho e narrativa de Breccia é subjetivo, evocativo, é você que completa e dá vida aos quadros. Não espere ler HQs fáceis e mastigadas aqui. Pela sua própria subjetividade, ele consegue evocar o horror primal de nossos medos inconscientes. Muito a ver com o expressionismo alemão, que eu adoro.

O volume Mitos de Cthulhu foi lançado originalmente em 1975 na Argentina, foram cinco anos de trabalho desta dupla e inclui os contos The Festival, The Thing on the Doorstep, The Shadow over Innsmouth, The Nameless City, The Dunwich Horror, The Call of Cthulhu, The Color out of Space e The Haunter of the Dark. Como prévia escolhi  “La Cosa em el Umbral”. Lógico que tá em espanhol.

Leia a edição completa aqui.

cosa1 cosa2

cosa3

cosa4

cosa5

cosa6

cosa7

cosa8

cosa9

cosa10

 

Lovecraft por Richard Corben

Richard Corben é conhecido pelos seus trabalhos nos quadrinhos underground, quem está acostumado com o estilo arroz/feijão de marvel/dc vai odiar o estilo dele. Mas o que importa é que Corben é um excelente artista, gosto muito do trabalho dele, é inconfundível e é ótimo para o gênero horror. Ele fez dezenas de adaptações de contos de Lovecraft, publicados em vários volumes pela Marvel Max recentemente. Leia aqui, aqui e aqui.

Como prévia, escolhi The Rats in the Walls, aquela que talvez seja a mais antiga de todas suas adaptações de Lovecraft, publicada pela primeira vez em Skull Comics, #5, 1972, mas aqui na versão colorida da revista Heavy Metal, de 1999.

hm-99-03-054

hm-99-03-055

hm-99-03-056

hm-99-03-057

hm-99-03-058

hm-99-03-059

hm-99-03-060

hm-99-03-061

hm-99-03-062

hm-99-03-063

 

In the Vault – Al Feldstein e Graham Ingels

Essa história foi publicada como “Fitting Punishment” na Vault of Horror #16, de dezembro de 1950. Escrita por Feldstein e desenhada por Ingels, é um clássico assustador da EC Comics, aula de horror da melhor época que esse gênero teve nos quadrinhos. A história do jovem pobre que vai morar com o tio avarento assusta até quem tenha sangue frio.

EC

EC

EC

EC

EC

EC

EC

 

*No final dessa lista eu também deveria citar Neonomicon de Alan Moore, que é uma sátira invejosa de Lovecraft feita pelo arrogante escritor britânico e outra história muito interessante também, A Casa nos confins do Mundo, estrelando o personagem da editora Bonelli Martin Mystere, mas essas histórias são longas e bastante conhecidas, então ficam pra outra oportunidade.

Anúncios

5 comentários

  1. Espetáculo.

    Tenho esse álbum do Breccia desenhando Lovecraft. É muito bom. Gostei muito do jeito totalmente abstrato que o Breccia usou para retratar os monstrengos inimagináveis lovecraftianos.

    Os interessados, no entanto, devem se preparar: é mais relato ilustrado do que gibi.

    Curtir

  2. Muito boa a sua lista! Gosto muito de listas, véi! …e as listas que vc fez nos posts passados também foram super bacanas. Quero aproveitar e pedir uma opinião sua e de quem mais puder me ajudar.

    Venho pensando há um tempo em comprar as HQs “A Queda da Casa de Usher” e “Assassinatos na Rua Morgue”. Adaptações das obras de Edgar Allan Poe comercializadas pela editora Farol HQ. Eu sei que as obras originais são fantásticas, mas não consigo encontrar reviews sobre essas adaptações da Farol HQ.

    Então gostaria de saber se alguém já conhece essas revistas e tem alguma opinião pra me passar. Se não, obrigado do mesmo jeito.

    Curtir

  3. Excelente postagem!
    Lovecraft é o meu autor favorito e a melhor adaptação que já li é “Os Ratos nas Paredes”, que tenho num álbum espanhol com a época underground do Corben.
    Dessas do Breccia, já havia lido uma ou outra, e também gosto deste estilo. Valeu por ter postado a edição completa!

    Na literatura, o “Necronomicon” (Madras), do Donald Tyson, é uma das melhores coisas relacionadas ao Lovecraft que já li.

    Curtir

  4. Quando vi a última história após ler seu resumo, na hora lembrei da serie “Contos da Crypta” que é uma de minhas séries preferidas, com suas histórias sombrias e super bacanas!! Uma pena que é tão difícil achar mais episódios já que a série é bem velha.

    Curtir

Deixe seu comentário, sem ofensas, por favor.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s