Ray Bradbury

Um mundo só de quadrinhos?

fahrenheit_451_truffaut

Ao rever Fahrenheit 451, filme de François Truffaut de 1966, adaptado da novela homônima de Ray Bradbury, notei uma cena muito curiosa. No mundo onde os livros são proibidos e a comunicação se dá através de imagens, com o predomínio da televisão, as pessoas leem jornais em forma de quadrinhos! Da leitura do livro original, não lembrei de qualquer citação a gibis, presume-se que foi Truffaut quem incluiu esse detalhe quando da adaptação cinematográfica. Mas vamos ser sinceros, este objeto de cena tem todo sentido de existir e diz muito sobre uma sociedade distópica onde os livros não seriam mais lidos por qualquer razão.

(mais…)

Anúncios